Ato no centro de Campinas denunciará deputados da região

Dirigentes sindicais, militantes de movimentos populares e das frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular realizarão no dia 19 de abril, às 17h em frente à Catedral Metropolitana de Campinas, um ato de protesto contra os deputados Carlos Sampaio (PSDB), Luiz Lauro Filho (PSB), Roberto Alves (PRB), Vanderlei Macris (PSDB) – todos da Região Metropolitana de Campinas (RMC) e que defendem as reformas propostas pelo presidente Michel Temer (PMDB) nas leis trabalhistas e na Previdência.

Hoje, 18 de abril, os manifestantes estiveram dialogando com a população sobre a necessidade de pressionar os deputados da região a não votarem a favor das reformas trabalhista e previdenciária. Além disso, distribuíram  jornal que trata sobre a greve geral convocada para o dia 28/04 pelas centrais sindicais e movimentos populares.

Estes deputados da RMC compõem a base aliada de Michel Temer e são considerados pelos manifestantes como traidores por defenderem medidas que retiram direitos da classe trabalhadora. A primeira demonstração foi a votação do projeto que permite a terceirização total. O deputado Carlos Sampaio ausentou-se enquanto os deputados Luiz Lauro Filho, Roberto Alves e Vanderlei Macris votaram a favor.

Para que a população possa identificar mais facilmente quem são e quais interesses estão defendendo no Congresso Nacional, os deputados estarão presentes no ato simbolicamente representados por bonecos. Também haverá um caixão com dizeres que simbolizam todas as áreas que estão sendo destruídas pelas reformas pretendidas por Michel Temer.

Fonte: Sindicato dos Químicos de Campinas e Osasco

Postagens Relacionadas

*

Top